Skip to content


Fashion through the eyes of a mother and agronomist

It was very thoughtful of Chic Every Week to ask me to write a post about fashion.
I feel that I know nothing about fashion; however, I do like to feel comfortable with the way I look.
I am definitely inspired by the current tendencies but why do I feel great sometimes while others I leave home feeling like a rag?
And it’s so good to feel good! I have double the energy (even if I didn’t get a good night sleep), I wish the day will never end and I would risk to say that I am even a better professional when I do feel good about myself!

In my case, having the perfect look doesn’t necessarily mean high heels. As an agronomist, I do have to go into the fields sometimes and I like to feel good but that requires being dressed for the occasion!

img_1255

At the gym, sweat can actually look sexy if upon the right sweater.

The flat shoes that I use to go to the supermarket can look flattering with the right shirt and trousers.
Playing in the park with my children plays an important role in my life but my jeans and sneakers don’t necessarily have to make me look like another child.
Taking care of the children at home can be greater if I take a glance in the mirror and feel good with what I see.
Doing the laundry can be a gratifying task when wearing the right clothes, even if there is no one around to see.
In short, looking good is motivating and dignifying for me!

IMG_4606So what is the trigger for putting on the right look?
Feeling good on the inside.
In my case, the look is a direct reflection of my state of mind, so if I feel good on the inside, I will look good on the outside…there are no tricks for me. Looking good (or bad) is a straight consequence of what I feel. My transparency goes on to that!
So, dear Chic Every Week, next time you think that I look awesome, that’s the way I feel!

Foi muito simpático da parte da Chic Every Week pedir-me para escrever uma artigo sobre moda.
Sinto que não sei nada sobre a moda; No entanto, gosto de me sentir confortável com a minha aparência.
Sinto-me definitivamente inspirada pelas tendências actuais, mas porque é que às vezes me sinto lindamente, enquanto que outras outras vezes saio de casa a sentir-me um trapo?
E é tão bom sentir-me bem! Eu fico com o dobro da energia (mesmo que não tenha uma boa noite de sono), e desejo que o dia nunca acabe e arrisco-me a dizer que sou até uma melhor profissional quando me sinto bem comigo mesma!
No meu caso, ter um visual perfeito não significa necessariamente saltos altos. Como engenheira agrónoma que sou, tenho que andar no campo muitas vezes e como gosto de me sentir bem, e isso exige vestir-me para a ocasião!

No ginásio, a transpiração até pode ser sexy se tiver com o look certo.Os sapatos rasos que costumo usar para ir ao supermercado podem ser mais favorecedores com a camisa e as calças certas.
Brincar no parque com as minhas filhas, é uma coisa importante para mim, mas as minhas calças de ganga e os meus ténis não precisam necessariamente de fazer com que eu pareça outra criança.
Cuidar das crianças em casa pode ser mais fácil se quando der uma olhadela no espelho me sentir bem com o que vejo.
Tratar da roupa pode ser uma tarefa gratificante se tiver a usar a roupa certa, mesmo que não haja ninguém para me ver.

Em suma, sentir-me gira é para mim motivante e dignificante! Então, qual é o truque para ter o visual certo?
Sentirmos nos bem por dentro.
No meu caso, o meu look é o reflexo directo do meu estado de espírito, por isso, se me sinto bem por dentro, vou estar gira por fora… não há truques para mim. Estar gira (ou não) é uma consequência directa do que eu sinto.
Então, querida Chic Every Week, da próxima vez que achares que eu estou incrível, é exactamente assim que eu me sinto!

________________________________________________

Joana LA 1

About The Autor / Sobre o Autor

Joana Lopes Aleixo Cumbre

Joana is an agronomist in Portugal, and a mother of two beautiful and full of life girls. When she´s not working, usually during the weekends you can spot her at her countryside family home in Alentejo, her special place, where with her husband and daughters they rest and relax to recharge batteries. 

A Joana é uma Engenheira Agrónoma portuguesa e mãe de duas bonitas raparigas cheias de vida. Quando não está a trabalhar, geralmente durante os finais de semana, podemos encontrá-la na sua casa de família no Alentejo, o seu lugar especial, onde com o marido e as filhas descansam e relaxam para recarregar as baterias.

 __________________________________________________________